No interior do Norte

Desculpem.... mas este blog é apenas para pessoas inteligentes! Se não é o seu caso, peço lhe suavemente que se retire. Desculpe o incómodo!

terça-feira, novembro 28

CANTARIA



Somos a geração carrasca da imaginação!!!
Não sei se o digo por estar apático.
Ou se é esta chuva miúda, que se entranha no solo e na pele…e me transborda o pensamento…
Talvez seja simplesmente a crueza do achado…
Macabro achado….
Sei que continuamente nos fixamos na desgraça!
Nos encarreiramos na fileira do hiperquotidianomercado….
(Como se fossemos um pacote de sumo embalado no vácuo…
Ou um balde gigantesco de pipocas estaladiças e doces…já feitas!)
E encarceramos a partilha da alma….
Batemos palmas e(a) tudo…Como se fora uma viva representação num palco hediondo de soalho limpo sem as pancadas de moliére, o teatro lá fora….
Sei que já não pegamos numa ilusória pedra e a moldamos…
Numa singela pedra com que o outro fez caldo e alimentou a ignorância….
Não ousamos tanto…
O escopro e o cinzel que temos nas mãos rugosas, limpam o musgo eremita grudado no pedaço de rocha e faremos dele o que quisermos….dessa pequena ou larga pedra de ilusão…que rompe agreste dos confins do pensamento e se torna matéria moldável….
Na jorna , sairá um pilar cilíndrico….uma soleira de porta …um peitoril de namorico….
Neste tempo em que a ilusão… a imaginação…. é suor de sangue quente !
(E na junção das pedras que trabalhamos…guarnecemos empedrado de quadros vivos…)
Somos os últimos artesãos dessa arte de sonhar palavras que se farão pedras caminho…
Os vindouros flutuarão no éter…
Não mais serão andarilhos…
Já não precisam….
Sinalizamos tudo…

Desconfio ser mentira que o dia tem 24 horas….
Parecem-me mais! Bem mais!
Para aí umas 35 no mínimo e todas elas me são roubadas!
Neste moderno e concebido logro…. Não sobeja minuto para nada!
Os dantes impulsos são agora bilhetes, ticketes, passes, senhas, pins, fichas….
O rim ocupou o lugar do coração!
E já não bate nem pulsa…filtra….
Durmo pouco!
Três…quatro Horas no máximo e duas são a sonhar!!!!!!
Sim…ainda consigo sonhar!!!!!
Só que não sei explicar como o faço!
Termina em mim a mecânica da ilusão…da imaginação!
Aos meus já só dou presentes!
Compramos sorrisos e presença com caixas de cartão embrulhadas em papel bonito e fitinhas de seda! Cor-de-rosa e amarelas!
Á pressa! No hiperquotidianomercado…
Não importa o que vai lá dentro!
Não são pedras!!!!!
Que também elas seriam presentes!!!!!
Seriam presente…
Para quem tivesse tempo para as afeiçoar…
As fizesse nuvem….
(de tantos farrapos de algodão doce que tirasse de dentro…)
Ou pedra papel de escritos e desenhos…
De todas as cores….
Ofertamos presentes que escondem desgraças….
No retorno de sorrisos…
Na pressa rápida de ver os nossos sorrir….
Depois….
Depois sentamos o corpo alma em sofás de luxo …
Esgotamos o tempo-nosso no silêncio da solidão…
Nem sequer desembrulhamos presentes…
E vemos a desgraça em directo….
Qualquer desgraça ….
Embalamos os sentidos na música dos pedintes…
Desses novos desgraçados que vão em cantigas…
(e estrelam o revés com sorrisos grandiosos! Oníricos!!!!)
De uma nova pedinchice, qual astro de cinema!
Na ilusão do embuste! De uma pobreza sem pejo!!!
Coitadinhos….
Pobrezinhos…
Tristes….

Adormeço…
E cinzelo a pedra….
Moldando-a do tamanho do meu mundo….
Sentindo as lascas que se soltam bruscas e rasgam meu corpo…
Donde sai sangue quente que se faz suor….
E gritos….


……
Sugestão musical : Afurada – Rui Veloso
Sugestão cinéfila : Crash (colisão)


58 Comments:

Blogger Klatuu o embuçado said...

Isso resolve-se... é só montar patíbulos à saída dos hipermercados! :)

Abraço.

4:12 da tarde  
Anonymous hope said...

ESTE POST ARREPIOU-ME....
(já nem me atrevo sequer a falar da genialidade do mesmo...ou da intensidade da tua escrita!!!)
è o teu regrsso á acutilancia....
Ao apontar o dedo...
Fabuloso!

Um beijo

4:45 da tarde  
Blogger Sofia said...

Muito bom! Tens o dom de meter bem o dedo na ferida e ao mesmo tempo nos deixar extasiados. Comigo acontece. Tens esse efeito em mim.

Deixo aqui a minha pedra, à falta de tempo para ter ido comprar qq coisita nesses hiperquotidianomercados.

E um beijo, deixo-te o meu beijo

5:13 da tarde  
Blogger ALEXIA said...

Credo saio daqui ... nem sei como. Isto hoje é que foi pôr o dedo no local certo. E o espirito de Natal onde anda, lá lá lá


beijos

5:20 da tarde  
Blogger Riscos & Rabiscos said...

Hummmm hoje o texto foi forte, sim sr gostei de ler, mas olha la entao o rim tomou conta do coração? hummmmm

Kikas

5:29 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Já há muito te leio sem comentar...
Mas hoje mexeste demasiado comigo!
Este texto, permite que to diga, é simplesmente EXCELENTE!
Do melhor que tenho lido!
Para quando um livro?

Ana- Abrantes

5:48 da tarde  
Blogger EMN said...

Olá amigo.

Mais uma vez foste forte mas com toda a razão para sê-lo.

A materialidade está cada vez mais pegada á pele. Mas sabes que o que me faz sonhar de noite, é o saber que nem tudo é assim tão pegajoso. Sempre temos um refugio dentro de nós, de quem o quer.

Bom, quanto ao convite, espero não vir tarde demais. Aqui fica o meu mail e espero que me escrevas qualquer coisa, pois o convite tem que te ser enviado e visto não teres o teu mail no teu perfil, aqui fica o meu.

e.nogueira.arq@gmail.com

Aguardando.... hehehehe

beijos

emn***

9:44 da tarde  
Blogger a Prinçusa said...

eu sinto me como uma chiclete.

11:10 da tarde  
Blogger MalucaResponsavel said...

Bem, estavas mesmo irritado com o mundo em teu redor, nao? Que crítica... até fiquei com medo... :) bj

11:13 da tarde  
Blogger Lucinha said...

Bom dia estava eu navegando e encontrei seu blog.
E resolvi entrar pra conhecer seu blog e convidar vc para tomar um cafezinho e conhecer meu blog.
Te desejo uma linda quarta feira.
Um Big abraço .

2:52 da manhã  
Blogger Maria said...

Fiquei sem fôlego...
Um abraço

4:00 da manhã  
Blogger Vera said...

Querido Paulo,
tens o dom de me arrepiar quando te leio... Este teu texto é mesmo muito melancólico.
Mas podemos sonhar!!!
Beijo grande e tudo de bom para ti!

9:55 da manhã  
Blogger Andreia do Flautim said...

Boa semana!

12:14 da tarde  
Blogger Vanessa said...

um blog, sem qualquer espécie de dúvida, inteligente e muito bem criado! o texto é bonito...

obrigado pela visita...
um beijo*

2:11 da tarde  
Blogger lisa said...

Como sempre muito bom!

Beijo.

3:30 da tarde  
Blogger Sea said...

:)revi-me em certas coisas, noutras, nem por isso.
tenho a estranha mania também de achar que os dias têm 35 horas, mas é porque eles se arrastam, parecem intermináveis.
E recuso-me a isto:
"Nos encarreiramos na fileira do hiperquotidianomercado….
(Como se fossemos um pacote de sumo embalado no vácuo…
Ou um balde gigantesco de pipocas estaladiças e doces…já feitas!)
E encarceramos a partilha da alma….
Batemos palmas e(a) tudo…Como se fora uma viva representação num palco hediondo de soalho limpo sem as pancadas de moliére, o teatro lá fora…."
Por isso, os dias arrastam-se, porque não me revejo em nada do que por aí vejo.
um beijo

4:33 da tarde  
Blogger Besnico di Roma said...

Forte, muito forte.
Não precisas que te diga que está excelente.
Teremos que tomar um “fino” não sei quando, logo que possível. Onde?... onde quiseres, na Toca, no Quim Barbeiro, no Avenida, no Meia Laranja… fica por tua escolha, mas será em Vidago.
Um abraço, meu “maior ex-amigo”. eheheh.

5:24 da tarde  
Blogger Marlene Maravilha said...

Meu querido amigo "portuga"!
Vejo realidade, mas quero que seja sonho. Acordaste?
"Neste moderno e concebido logro...não sobeja minuto para nada".Correto! Mas vamos atravessar as barreiras, saltar as muralhas, atravessar oceanos, pra descansar na praia, o repouso do guerreiro. E daí sair revigorados para uma nova empreitada!!! :))
Bom! Muito bom! Gosto de ti!

5:49 da tarde  
Blogger ** sean paul** said...

Não me leves a mal, mas tu davas para escrever crónicas em jornal. Não, não estou a dizer k o k tu escreves é seca, gosto da maneira que escreves!!!

Bjx :)

6:18 da tarde  
Blogger Irritadinha said...

Bem... este teu post ao pé do meu... este sim é fabuloso!
A sugestão musical foi o meu ponto fraco...a doro Rui Veloso e suas musicas...

Beijo

7:34 da tarde  
Blogger Stella said...

Ao longo da muralha que habitamos
Há palavras de vida há palavras de morte
Há palavras imensas,que esperam por nós
E outras frágeis,que deixaram de esperar
Há palavras acesas como barcos
E há palavras homens,palavras que guardam
O seu segredo e a sua posição

Entre nós e as palavras,surdamente,
As mãos e as paredes de Elsenor

E há palavras e nocturnas palavras gemidos
Palavras que nos sobem ilegíveis À boca
Palavras diamantes palavras nunca escritas
Palavras impossíveis de escrever
Por não termos connosco cordas de violinos
Nem todo o sangue do mundo nem todo o amplexo do ar
E os braços dos amantes escrevem muito alto
Muito além da azul onde oxidados morrem
Palavras maternais só sombra só soluço
Só espasmos só amor só solidão desfeita

Entre nós e as palavras, os emparedados
E entre nós e as palavras, o nosso dever falar.


recordando Mario Cesariny


Que belas as tuas palavras!**

7:54 da tarde  
Blogger eu mesma said...

Pois é amiguinho... descreves de forma arrepiante aquilo em que nos tornámos.

Um beijinho

8:22 da tarde  
Blogger Venezina ou AVeneziana said...

Cinzelar a pedra...
adornar-lhe as formas...
Travar o génio das horas

***
Parece-me muito bem...
Gostei desta Cantaria, porta de entrada, que se te não incomodar tenciono voltar a entrar...

Bjs de Mel
(www.noitedemel.blogs.sapo.pt)

10:27 da tarde  
Blogger Diana said...

«hiperquotidianomercado» expressão perfeita!!

e não sei pq o futuro parece-me... deslavado! não sei se foi sempre assim, talvez esteja a ser demasiado pessimista, mas parece-me isto. Precisávamos de qq coisa que nos abalasse.. :)

Brigada pela confissão.. Jorge! (Agora não tenho tempo nenhum, nem paciência, diga-se, para blogs..!)

11:08 da tarde  
Anonymous Juda said...

Viva... excelente, hoje deixo um abraço... gostava de estar em Vidago para acompanhar no fino com o Besnico... fique bem...

3:12 da manhã  
Blogger alfazema said...

Meu querido amigo

Que posso dizer que já não tenha sido dito? Como dizia Fernão Lopes: a verdade nua e crua, doa a quem doer.Bem bujardada! Mas, como sempre,alma de lusíada, ainda tens espaço para o sonho.E isso só te acontece porque não deixas morrer a esperança. De que tudo isto há-de melhorar!
Quanto à escrita, só posso dizer que o escrivão é genial.
Para esse interior norte, aí do lado esquerdo onde, ainda que o negues, pulsa um coração de ouro, envio beijinhos. Muitos.

6:48 da manhã  
Blogger pianola / Sonia R. said...

Sida, 25 anos depois. Bom dia.

9:21 da manhã  
Blogger pintoribeiro said...

Bom dia, abraço,

9:43 da manhã  
Blogger Sunshine said...

Somos seres tão egoistas... vemos as coisas como as queremos e não como são (Isso fala muito por nós considerando que a perspectiva é sempre escura e fria).

Ainda sonhas? Que bom amigo... pois quem sonha ainda guarda esperança, e quem tem esperança ainda tem motivo de viver... de acordar de manha e lutar por algo ou por alguem.

Os presentes são o que nós consideramos os ser... ou é uma obrigação social, ou é uma desculpa para dizer alguem que gostamos deles... o sorriso é a magia da gratidão, a sua sinceridade depende na alma da pessoa.

Meu amigo... A vida consegue ser muito superficial mas tem a profundidade que nós as damos. Para ti desejo um natal em que deixes-te sentir a magia do amor e calor humano - isso apenas depende de ti.

Love Always,
Sunshine

10:58 da manhã  
Blogger vida de vidro said...

O mundo transformou-se num gigantesco reality show. Espaço para o sonho? Muito poucos o guardam. É óbvio que, em ti, ele existe e se expressa de forma superior. **

11:20 da manhã  
Anonymous thelostend said...

Não sei se consigo dizer que este é o mais genial texto que li por aqui....
Sinceramente...São todos tão bons!!!!!
Mas este parece uma alfinetada que nos entra no coração!
Pura genialidade á solta na descrição cruel e cirurgica da maioria da sociedade!
Paulo, meus mais sinceros parabens!

11:41 da manhã  
Blogger Flôr said...

O materialismo está em voga! Infelizmente.

Desejo-te um EXCELENTE FIM-DE-SEMANA.

Mil flores e um grande beijinho de sincera amizade.

Da amiga Flor com ternura :D
Flor

2:30 da tarde  
Anonymous mac said...

Só entra no hiperquotidianomercado quem quer. Porquê que temos de ser iguais aos outros? Cabe a nós fazer a diferença.

3:00 da tarde  
Blogger maria-joão said...

Chega-lhe na cabeça!
Tá ai tudo.

4:22 da tarde  
Blogger Bruna Pereira said...

É.
O dia para mim também tem mais de 24 horas, há uma imensidão delas em cada minuto que se multiplica nos Centros Comerciais apinhados de gente a fingir que tem dinheiro para gastar em prendas...
Também voltarei aqui.

:)

4:48 da tarde  
Blogger Bruna Pereira said...

É.
O dia para mim também tem mais de 24 horas, há uma imensidão delas em cada minuto que se multiplica nos Centros Comerciais apinhados de gente a fingir que tem dinheiro para gastar em prendas...
Também voltarei aqui.

:)

4:48 da tarde  
Blogger Utzi said...

:) Encantada com esta cantaria...

Mil beijos das nuvens

4:57 da tarde  
Blogger kurika said...

Lindo...

Um beijinho e bom fim de semana

Não te esqueças de passar pelo Castelo... e vai beber um café ao Orfeu...

Bjs

6:07 da tarde  
Blogger Teresa Durães said...

não faço nada disso. e se a vida apressada de Lisboa mais as eternas demoras obrigatórias para chegar ao emprego me dão mais horas, onde andas a queimar os teus dias?

hum... o melhor não será parar, sossegar e rever os dias? ;)

(arredores de Ponte de Lima, a fotografia)

boa noite

7:28 da tarde  
Blogger Enfim... said...

bigado pelas visitas tens sido fantástico....estavas inspirado.bjokas

12:33 da manhã  
Blogger Isabel said...

Obrigada.
A tua cantaria.
Cantou-me nas entranhas e revoltada me confesso.
Angustia
Revolta
Nausea
Vómito

Assumido.
Até de mim propria.

Obrigada.

As vezes é assim as coisas tem de ser ditas cruas e duras.

A realidade tem de nos ser esmurrada na consciência.

Levei um murro e aguento-me á bronca.

Admirável.

Até breve-

Isabel

12:49 da manhã  
Blogger Daniele said...

A genialidade, a sua fina escrita se faz presente de uma forma contundente. !

Deixaste um recado em meu blog, gentilíssimo, que havia me descoberto em um dia bom!

Pois lhe digo, descobri-o em um dia especial. Eu poderia usar inúmeros adjetivos para dizer sobre o seu post, mas vou me ater a simplicidade. És magnifico, és contundente, és sutil, és lírico. És perfeito.!

Estarei sempre aqui para me deleitar e comentar a sua fina escrita. !

Beijos,
Daniele

3:00 da tarde  
Blogger Maria Araújo said...

Paulo,

Hoje já lá poderias encontrar algumas palavras...ando cansada,como é previsível e com pouco tempo para me dedicar ás postagens.Agradeço-te o bj e venho retribuir-te!

O post arrpiou todos...não sou excepção!

Bjinho

4:00 da tarde  
Anonymous Jofre Alves said...

O texto é amargo e intenso, mas também metafórico no interior norte, por isso é sempre um prazer voltar aqui.

12:57 da manhã  
Blogger juka said...

Vou retirar-me com muita suavidade pois não me considero uma pessoa inteligente. No entanto aviso já que voltarei pois não foi incómodo nenhum ter estado cá.

Gostei do que li e quero continuar a ler-te. Ainda bem que não nos submetes a um teste de inteligência antes de podermos aceder aos teus textos. Lol.

Beijos

4:22 da tarde  
Blogger vicio said...

as tuas letras são como tremoços... por mais que sejam, fica sempre a fome!
vou-me embora, dar lugar a alguem inteligente...

8:20 da tarde  
Blogger AnaGarrett said...

O que para aí vai!!!!
A nossa época e o nosso mundo não é assim tão negro.

12:46 da manhã  
Anonymous julie said...

Já li este post há algum tempo, e como não tinha palavras na altura , não comentei. E mesmo agora não tenho palavras. Gostei. Continua assim.
Fiquem bem.
Um beijo

9:50 da manhã  
Blogger mar_e_sol said...

Estamos na era do "descartável"... mas penso termos nas nossas mãos ferramentas suficientes para voltar a colocar os "orgãos" nos seus respectivos lugares...
Aceitei o convite que deixaste e voltarei com mais tempo.
Um beijo

10:42 da manhã  
Blogger missixty2000 said...

uiiiiiiii que se passa! Viraste Gótico depressivo, em último grau??Só me faltavas mais tu!!!Já não chega os que tenho que aturar!!!Então, então??? Eu não bato palmas a tudo!!Nem penses nisso!E o dia parece-me ter cada vez menos horas!E tu dizes 35???Queres trocar???Também durmo pouco, por varios motivos, o principal é ter probemas para adormecer!Sempre tive!!
Olha vamos aí marcar um café, antes que te suicides e depois já não tenho o prazer de te conhecer!!Gostei da tua soliriedade monarquica, ehehe, no post do Emplastro do Benisco!Mas aquilo é tudo a brincar!Já lá lhe deixei a resposta à altura! o meu mail é spamishwoman2@hotmail.com, vê se dizes algo e anima-teeeeeeeee!
beijos emplastro depressivo eheheh

1:14 da tarde  
Blogger missixty2000 said...

Solidariedade, aiiiii!Esqueci-me de dizer que apesar de hiper depressivo, gostei do texto!Tu queres é mimos!
beijos fofo

1:17 da tarde  
Blogger venus said...

oi
o teu texto ta brutal. uma critica sublime ao materialismo desenfreado, a perda de valores e veneração da futilidade.
beijos

5:27 da tarde  
Blogger alfazema said...

vim visitar o interior norte. De vez em quando as saudades apertam. reli e como sempre gostei da eloquência, do encadeamento das ideias, da correcção com que escreves.
Jinhos doces

7:15 da tarde  
Blogger Josefa Pacheca Pereira said...

Para mim, blogue e bloguer do ano é:


Bom dia.

10:38 da manhã  
Blogger Just an ordinary girl said...

Gostei da intensidade da escrita. Doeu-me a tua angustia.
Um beijo grande e um carinho, meus, para ti.

7:31 da tarde  
Blogger lisa said...

Para ti desejo-te um,


*
*** FELIZ NATAL
***** E ANO NOVO
*******
#
#

3:22 da tarde  
Blogger redonda said...

Hoje vou ficar por aqui.
Espero que não se importe que o "link" para ser mais fácil voltar um outro dia...

7:15 da tarde  
Blogger *misty* said...

como vês segui a tua sugestão... e ainda bem! este texto deixou-me siderada... reflecte mt do k eu penso também, em relação a materialismos e futilidades que, de consumo em consumo, nos anestesiam a mente e as emoções...

obrigada pela passagem no meu humilde espacinho ;)

9:49 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Hoteis
Contador acessso
Medical Billing Software
Medical Billing Software