No interior do Norte

Desculpem.... mas este blog é apenas para pessoas inteligentes! Se não é o seu caso, peço lhe suavemente que se retire. Desculpe o incómodo!

sexta-feira, novembro 4

Expiação



foto gentilmente cedida por Diana Sofia 
................................................................


Quase que cruzamos o olhar depois….muito depois…
Antes, dantes….
A noite beijava o chão (e cúmplice ..) nos impelia ao desejo.
Mas cansados do que fosse apontamos a íris ao infinito
E nisso,  não vimos ( ou não quisemos ver…)  que o escuro que ia cobrindo o morro era apenas para nos envolver…..
E atropelamos caminhos desiguais.

Imaginei te  ( e tive-te….) despida madrugada fora
No calor das minhas mãos….
A tocarmos carícias suaves e beijos molhados de saliva e calor…
Ao sabor de todos os momentos….

Mas isso foi no tempo das gárgulas escuras que te atormentavam e me enlevaram até ti
Quando desci á serra para te abraçar
No tempo das quimeras que inventei para te serenar …
No tempo em que todas as arvores da floresta eram meu íntimo refugio
E delas fazia papiros….
No tempo de todo o tempo

Depois do tempo..veio apenas geometria
Até para o amor
Não eras tu….
E eu não sou assim

Só me moldo á capacidade do meu sonho
E á driade em que vivo

deixei de ser teu anjo negro
Saí de teu corpo
Boa noite


.....................
sugestão musical - Alfie
sugestão cinéfila -  I want your love - transvision vamp

14 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Um anjo negro...realmente!Quem disse que os anjos são brancos?Que o branco é paz e o preto é tristeza ou dor?Quem disse que a noite dá medo?Quem disse que a magia não existe?Que o impossível não acontece?Que tudo tem explicação?Que é impossível tocar estando longe?Que dois amantes apenas se desejam?Que dois amigos apenas se falam?Que coincidências não existem?Que existe somente um Universo?...
Quem disse, querido anjo negro, que a paz não está na íris do olhar de um menino?Ninguém...foi o chão, com o peso das suas florestas densas, que descobriu enquanto descansou sob as asas de um anjo negro, envolvidos pelo crepúsculo, enquanto todos dormem um sono profundo...
E porque não há noite tão longa que não encontre o dia...um dia o anjo negro terá asas brancas, os amantes serão apenas dois corpos quentes, o branco será a cor da paz, o preto trará dor, tristeza ou medo, a magia estará no interior de uma caixa mágica, os amigos apenas iram falar, será apenas possível sentir quando houver toque, as coincidências serão explicadas com números e existirá apenas um Universo...
Contudo, um anjo será sempre um anjo...a paz, juntamente com cada momento, ficará para sempre impressa num estrato de sedimentos finos mas impermeáveis...o anjo terá sempre um lugar onde descansar e o chão...esse será sempre um espectador do que acontece sobre ele...

Na teoria das coisas, o chão será sempre aquele que quer o bem de um anjo...negro ou branco...

12:09 da manhã  
Anonymous x@n@ said...

sim. quem disse que os anjos são brancos???? texto que sinto intimo.... texto que nos inspira a sentirmo nos completamente frageis.
obrigado Paulo!

4:35 da tarde  
Blogger mac said...

Tempo de anjos negros e gárgulas...às vezes é preciso sair do lugar que sempre conhecemos, e dizer adeus, deixando assim para trás essas quimeras e pergaminhos antigos...

10:49 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

adorei o texto. como sempre!

V.

3:33 da tarde  
Blogger just me, an ordinary girl said...

mt bonito, Paulo

um beijo, espero e desejo que estejas bem

11:54 da manhã  
Anonymous Alexandra Vital said...

belo blogg repleto de poesia e palavras que significam estados de alma.
prazer em ler te. voltarei pois julgo me inteligente.

12:02 da tarde  
Blogger Maria said...

Tinha-te perdido. Mas bastou 'entrar' aqui para te reconhecer...
Grande pausa foi a tua. Espero que o regresso seja para continuar a poder respirar por aqui... nas palavras que nos deixas.

1:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

julgo que no intimo so o autor poderá entender estas palavras. Mas são fortes e intimistas! um intenso poema que cada um pode fazer seu.

2:44 da tarde  
Anonymous alguem que te le said...

posso dizer te que ja ha muito sigo este blogg. no universo da blogosfera, este será porventura um dos mais puros que sigo. Leio e releio teus textos vezes sem conta. cada um deles é algo de extraordinario.
Parabens Paulo.
Não pares nunca de escrever

10:46 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

para quando novo post?

1:21 da manhã  
Anonymous Victor Hugo said...

amo ler essas lindas poesias, toca a minha alma a cada leitura!!!

5:55 da tarde  
Anonymous Fernanda Rosa said...

lindo demais

5:56 da tarde  
Anonymous Rodrigo Romano said...

Alguém poderia me falar quando será a próxima postagem, ficarei de olho pois amo ler as postagens assim que saem...

5:57 da tarde  
Anonymous Mariquinha said...

Adoro este site!

5:58 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

Hoteis
Contador acessso
Medical Billing Software
Medical Billing Software